Por que o manual do proprietário é táo importante

Por que o manual do proprietário é táo importante

Quando você adquire um bem, seja um automóvel, um eletrodoméstico, um equipamento, você recebe um manual com as informações sobre o produto, assistências e garantias. E com um imóvel, não é diferente. Um imóvel demanda cuidados e manutenções preventivas, e infelizmente no Brasil esta prática não é muito habitual.

Na entrega de um empreendimento a Construtora ou Incorporadora deve fornecer o Manual do Proprietário do Imóvel e das Áreas Comuns. E elaborar um bom manual, além de trabalhoso, requer muito conhecimento técnico, devendo ser utilizado desde a fase de projeto, passando pela execução da obra, respeitando os processos construtivos, normas técnicas e de segurança. E não para por aí, se estendendo para além do momento da venda, sendo esta uma etapa tão importante quanto as demais.

Oferecer o manual do proprietário é extremamente importante não só para a Construtora, mas para o usuário também. E esta relação entre Construtora e Cliente é um dos grandes diferenciais de um empreendimento de sucesso. O cliente que recebe um bom manual do proprietário, percebe o cuidado e o trabalho bem executado da Construtora, gerando assim uma ação pós-venda, aumentando a relação de confiança, e garantindo a preferência deste Cliente por imóveis desta Construtora, e assim valorizando e aumentando o conceito da Construtora para futuros negócios. Então esta prática deve ser adotada por todas as Construtoras que queiram se destacar e oferecer um empreendimento de excelência.

Para elaborar o Manual do Proprietário deve ser observado e seguido as normas e legislações: ABNT NBR 14037, ABNT NBR 5674 E ABNT NBR 15575, ABNT NBR 16280, Código de Defesa do Consumidor e Código Civil Brasileiro.

O Manual do Proprietário é um documento importante para orientar o cliente quanto ao uso, sobre a conservação e manutenção preventiva do imóvel. Nele devem constar informações sobre o sistema construtivo e materiais empregados, materiais de acabamento utilizados, características das instalações, fornecedores e assistência técnica, os prazos de garantia, cuidados de uso, manutenção e perda de garantia dos sistemas, projetos, localização e distribuição de tubulações, equipamentos e ambientes.

Estas informações e orientações podem facilitar muito a vida do proprietário, dando maior segurança numa possível reforma, ou ainda nas instalações de móveis e equipamentos, auxiliando o profissional que irá fazer alguma furação ou fixação para não furar tubulações, e claro, no dia a dia para o uso correto dos materiais, aumentando a vida útil e durabilidade do imóvel, e minimizando uma série de problemas para a construtora. As vantagens são mútuas, fortalecendo o relacionamento entre ambas as partes.

Portanto, um Manual do Proprietário bem elaborado, é fundamental para o sucesso de um empreendimento, e está diretamente ligado à relação entre empresa e cliente. Ou seja, tanto para o Proprietário que recebe o Manual, e o utiliza da forma correta, para manutenção preventiva e conservação, tendo maior durabilidade e valorização de seu imóvel, quanto para a Construtora que se resguarda de responsabilidades e deveres do Proprietário, trazendo vantagens de longo prazo, e a tranquilidade de estar de acordo com a legislação.

Uma boa dica para saber mais e elaborar um bom Manual do Proprietário, é o ler o Manual da CBIC, Guia Nacional para Elaboração do Manual de Uso, Operação e Manutenção das Edificações: Aqui

Leave a Reply